NÃO DAREMOS ARMAS AOS DRAGÕES


É interessante imaginar que no imaginário coletivo se perpetua a imagem do dragão. Figura mitológica que permeia tantas histórias, um ser que na realidade nunca existiu fisicamente, mas que está presente em tantas histórias. O arcanjo Miguel combateu o dragão, assim como São Jorge e Santo Expedito, e nos antigos mitos chineses e frequentemente abordados por autores espíritas como Ranieri, Robson Pinheiro e Wanderlei Oliveira, através de escritos psicografados, também a figura do dragão é recorrente. Continue Lendo