VAMOS CONHECER, PRÁ SÓ DEPOIS FALAR!!!


Muito se apergunta ainda pelos meios sociais desse Brasil a fora, se a Umbanda é verdadeiramente uma Religião e se nela há realmente a presença de Espíritos de Luz?

Nego veio fica a olhar que tudo o que foge a compreensão de alguns é levado pelo homem a instâncias da crítica e do julgamento. E olha que tem muito juiz de plantão!

Ao contrário de adotar esses tipos de atitudes seria melhor que os filhos buscassem estudar e compreender os fundamentos da divina Lei de Umbanda, que visa acima de tudo o despertar da religiosidade de cada adepto, de cada umbandista.

É meus fios, como disse o Nosso Senhor Jesus Cristo: “é preciso ter olhos de ver e ouvidos para ouvir”. É necessário ver e ouvir com a alma.

Nego veio fica a admirar a beleza de ritualística e de escolástica que cada templo de Umbanda tem a oferecer aos filhos que o procuram, tendo em vista a adaptação íntima e o nível evolutivo que cada qual apresenta.

A Umbanda não nasceu em Terra para forçar a consciência de ninguém! Muito pelo contrário! Ela é um canto de libertação e foi em busca dessa liberdade que muitos espíritos a ela acorreram se prontificando a servir ao bem; a Causa do Amor Maior.

Nego veio também sabe que existe inté uns fios que vão aos terreiros a fim de provar suas convicções e assim afirmam: se realmente são espíritos de luz? Por que fumam cachimbo, charuto e cigarro?

– As baforadas que as Entidades soltam nos atendimentos são mensageiras, servindo ao médium como meio de isolamento as energias deletérias que alguns atendidos trazem consigo.
São também desagregadoras de miasmas e larvas astrais.

Fumo de Vô meus filhos tem mironga e tira mandinga e não tem nada a haver com viciação.

É claro que nego Firmino quando pita seu cachimbo estando em terra se alembra do tempo da senzala onde tive muitas lições no meu viver, no resgate de minhas faltas.

Na hora de fazer proseador essas lições fazem com que veio traga alguma de suas experiências para o conversadô atual. Assim meus fios a fumaça limita e também aproxima, desinibindo quem vai fazer o faladô. Faz o fio se sentir em casa e aproveitar o momento acolhedô.

Ritual de Umbanda serve de canal entre o concreto e o abstrato, é elemento disciplinador entre as várias etapas que o fio tem a cumprir, não sendo exemplo de primitivismo como falam ás más línguas.
Vamos estudar meus fios! Vamos se esclarecer! Vamos conhecer pra só depois falar!

Pois, não há nada mais primitivo do que o orgulho, o egoísmo, a maledicência e o apego material que suncês meus fios não se cansam de carregar!

Oh! Congo deixa Nêgo trabalhar…
Naruê meu Pai!
Patacori Ogum! Ogunhê!!!

Pai Firmino do Congo
por Maria Luzia Leitão do Nascimento, em 07/09/2007
Centro Espiritualista Luz de Aruanda – Recife-PE